Reniero Bressan, o restaurador de Fordinhos

Reniero Etore Bressan nasceu no dia 05 de maio de 1915, filho de imigrantes italianos. Em paralelo ao estudo foi à oficina mecânica do Sr. Eliseu Lourenção para aprender um ofício. Nessa época, a cidade tinha uma frota de Fordinhos que serviam de táxi. Brotas chegou a ter 35 Fordinhos licenciados na cidade e todos eram atendidos por Reniero em sua oficina, além dos carros das cidades vizinhas.
Com o surgimento dos Fuscas e Gordinis a frota se modernizou, fazendo com que os Ford 29 rareassem. Mas, Reniero continuou firme no ramo, agora com uma clientela diversificada: eram jovens embalados pelo “calhambeque” do “Rei” Roberto Carlos ou colecionadores, que já percebiam as vantagens em restaurar um “Fordinho”, quer fosse uma “baratinha” ou um sedan. Reniero Bressan apaixonou-se por isso e especializou-se na restauração. Procurava nos “ferros-velhos” peças originais ou fabricava artesanalmente maçanetas e outra peças que faltavam. Quando prontas as peças, ele as mandava para São Carlos para niquelar ou cromar.
Reniero não pensava nos lucros, só no imenso prazer em criar, restaurar, ir além da pouca tecnologia existente e contemplar uma jóia rara. Os clientes também tinham gostos diversificados: alguns optavam pelas cores originais da Ford, outros queriam o carro vermelho com estofamento e capota brancas. Aqui em Brotas pode-se ver ainda a “baratinha”, que Reniero fez a seu filho e hoje é de propriedade da família Albuquerque Pinheiro (pode ser visto no Museu do Calhambeque).
O único táxi que restou daquele tempo foi o de Miguel Osti, “o primeiro chauffer” da cidade. O famoso Fordinho amarelo (pode ser visto no Museu do Calhambeque) é hoje de sua filha Nelly, está intacto e de vez em quando circula pela cidade. Outra família que conserva um Fordinho restaurado por Reniero é a do Dr. Rodolpho Guimarães, também em excelentes condições. Bressan foi várias vezes entrevistado por jornais do Brasil, sempre interessados em divulgar o belíssimo trabalho desenvolvido por este artesão.
Reniero faleceu no dia 22 de novembro de 2001, aos 86 anos, em sua cidade natal, Brotas, terra que muito amou. A atual geração considera Brotas "A Capital dos Esportes de Aventura”, contudo, desconhecem que já foi a “Capital dos Fordinhos", graças ao trabalho, talento e amor que sempre nortearam a vida deste mestre da restauração de Fordinhos, Reniero Bressan. Este resgate histórico é sobre alguém que viveu por seu sonho de “ver rodar ‘seus’ Fordinhos e ouvir a buzina soando...”

Obrigado Reniero Bressan


Interior do Museu

Cozinha da época

Carro de boi e Utensílios da época

Interior do Museu
Horário de Funcionamento: sexta e sábado: das 13:00 às 17:00 horas e domingo: das 9:00 às 13:00 horas
Melhor Visualizado em 800 x 600 pixels - Site desenvolvido por Antonio Eduardo Grossi - Colaboração: Marcelo de Albuquerque Felizola